Quando o mundo bate e você permanece de pé

Oi, sê bem-vindo. Espero que esse texto te ajude a amar melhor. Fique com Deus. Boa leitura. 💛


(Leia ao som de Saving Grace)

Você sabe que o mundo pode te pegar e te fazer um trapo, batendo nos seus sonhos do início ao fim do caminho. Não reclama da possibilidade, porque perder tempo lamentando talvez só diminuísse sua chance de aproveitar o trajeto e ganhar alguma coisa. Então sorri, mesmo que existam mãos prontas a puxar seu tapete.

Te perguntam qual motivo você tem para reagir assim, você apenas sorri.

Houve um dia em que você entendeu que o mundo do lado de fora do seu corpo é uma guerra. Uma tentação para desistir virando a esquina, um pecado novo com aparência de virtude batendo na sua porta logo antes de dormir. E quando você parecia ter tudo para se desidratar em lágrimas e entregar os pontos, olhou para dentro exatamente como seus pais te ensinaram.

Se a vida é uma guerra que a gente não vê, só vive, nossas armas são o que os outros não veem, mas sabemos existir dentro de nós. Foi nisso que você me disse acreditar.

Rezar um pouco foi o seu combustível para resolver um problema imenso. Se colocar em silêncio para descobrir as próprias trevas foi sua escolha para entender que os outros não são tão culpados assim das suas frustrações, e cabe a você reconstruir o caminho como uma prefeitura que raspa o asfalto e repavimenta uma rua do centro da cidade.

Seu Anjo da Guarda estava ali, te ajudando, porque você sabia que ele não era papo para criança dormir em paz. No céu você tinha uma Mãe, um Pai, Alguém em quem se lançar sem medo de não ser amparada. Igualmente em casa, seus pais estavam ali não para te dizer que tudo iria ficar bem em instantes, mas que você sobreviveria e eles tinham prazer em carregar essa sua cruz também eles.

Então te batiam no trabalho, no estudo, faziam de tudo para você desistir dos seus sonhos e de ser uma pessoa boa. Mas você ria. Se o mundo é uma guerra invisível, os outros igualmente não viam suas armas nessa luta: um Deus dentro de você, que já tinha entregue Seu Filho à morte por ti; pais ou amigos prontos a te levantarem depois da colisão com o chão.

Porque acreditar que alguém desde o céu te amparava nunca fez seus problemas desaparecerem, mas os tornaram infinitamente menores em uma vida cheia de sentido e amor.

E nada é mais importante do que isso; do que o que acontecia da sua alma para dentro.

Júlio Hermann.


Se você quiser se inscrever na minha newsletter e receber as conteúdo exclusivos clique aqui. É de graça.

Abaixo, também você conhece meus três livros. Clica naquele que te interessar que você cai na Amazon para comprar com um desconto lindo.

Crédito da foto: Pixabay.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.