Já é outubro e você ainda vive de promessas

Oi, sê bem-vindo. Espero que esse texto te ajude a amar melhor. Fique com Deus. Boa leitura. 💛


(Leia ao som de Hopeless Romantics)

Quando você viu 2021 chegou chutando as portas e entrando na sua casa. Era manhã, você abriu os olhos, sentou na cama, tomou banho e saiu para trabalhar. Em maio foi quando bateu o ponto para o horário almoço. Correu mais algumas horas, olhou a tela do celular para disfarçar a ansiedade de quem está esperando alguma coisa e conferiu a hora. Era vontade de ir embora. O céu começou a despencar, você foi escovar os dentes para dormir cedo e é outubro agora. Onze de outubro, para ser mais exato, e a vida passando.

Você mal percebeu.

Na virada do ano você tinha se convencido de que deste ano não passava. Tomar rumo era uma coisa que você estava procrastinando há bastante tempo. Primeiro, dizendo que faria depois do ensino médio, quando fosse sua vez de ser adulta. Depois, quando a faculdade terminasse e você tivesse mais tempo para vida social, projetos novos, sonhos saindo do papel. Rabiscou setenta e quatro futuros naquelas noites em que o conteúdo das cadeiras eram mais chatos que sala de espera de consultório médico. Mas os dias passaram, o tal futuro chegou e nada.

Te perguntam como vai sua felicidade, você responde que bem. Só está esperando a tal pessoa da sua vida chegar e mover seus sentimentos. Quer alguém que te coloque para frente, dê movimento, transforme suas manhãs de segunda-feira em oportunidades novas de ser feliz. O tal cara até já existe, você se convence. Você é mulher crescida também. Basta que ele chegue. Você espera, desmarca compromissos para ficar de prontidão perto da porta, mas ele não toca a campainha.

Já é outubro e em julho você até arriscaria dizer que o viu passando a dois quarteirões de casa, mas já não tem certeza.

E a vida segue passando sem que você viva, só confira o calendário.

Mania chata essa a nossa de estipular os gatilhos dos nossos sonhos para os outros – tempos ou pessoas –, né? Vou ser feliz quando fulano chegar, quando a pós terminar, quando conseguir guardar grana para fazer um mochilão na Europa e me conhecer melhor. Bobagem.

Nem fulano, nem diploma, nem Roma vão te fazer feliz, plena, inteira, se você não for agora. Nem 2022, batendo na sua vida logo ali, fará.

Sua espera é por você mesma, mas como você não nota isso, não responde de acordo com a necessidade. Mas, tudo bem, calma. É onze de outubro, como eu disse. Seu ano passou como num dia, mas ainda é tempo. A hora de adormecer não chegou.

Você tem dois meses inteiros e mais um pouco para começar a executar os planos que fez no início do ano. É só se dar conta de que o governo do seu coração é seu mesmo, não do calendário.

Júlio Hermann.


Se você quiser se inscrever na minha newsletter e receber as conteúdo exclusivos clique aqui. É de graça.

Abaixo, também você conhece meus três livros. Clica naquele que te interessar que você cai na Amazon para comprar com um desconto lindo.

Crédito da foto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.