A água é molhada e você merece ser feliz

(Leia este texto ao som de Mariposa Tecknicolor)

Você merece ser feliz.
Clichê isso, né?
Mas às vezes a gente precisa lembrar que a água é molhada.
Que o sol nasce pela manhã.
Que as noites são mais escuras que as tardes.
Que a gente merece ser feliz.

Obviedades.

É que o mundo te engana.
Quando diz que você não pode ou não merece.
Quando coloca barreiras que são ultrapassáveis, sim,
mas sua ansiedade encara como se não fossem
e você acaba jogando a toalha para evitar as dores.

Você merece sorrir até doer a bochecha
pelo simples fato de que você vence o mundo todos os dias.
Quantas tempestades você jurou que iam te devorar
e você acabou passando por elas no fim?
Quantos nãos te jogaram para baixo,
mas, na mesma medida, te fizeram crescer infinitamente mais depois?

A vida é uma droga de vez em quando, eu sei.
Mas nós podemos nos esforçar para passar por esses momentos chatos
sendo felizes do mesmo jeito.

A ansiedade vai dizer o contrário.
As pessoas, os compromissos, os medos….
Tudo isso vai dizer também.
Mas sabe de uma coisa? Que se dane.
Os outros não te farão feliz se você já não o for por você mesmo.

Sabe, a água continuará sendo molhada.
E você continuará merecendo ser feliz.
Simples assim.

Se parecer difícil, converse com seu Anjo da Guarda.
Corra uma maratona.
Leia uma história.
Escreva um livro.
Tente colocar o peso para fora de algum jeito.

Vai valer a pena no fim.
Quando a gente percebe que merece ser feliz,
até as dificuldades dão um jeito de serem mais alegres.

Júlio Hermann


*Meu novo livro já está à venda em todo o Brasil. Se você gostou deste texto, tem grandes chances de se identificar com ele.

E, no dia 9 de novembro, haverá lançamento dele e do Tudo que acontece aqui dentro em Salvador / Bahia. Clique aqui para saber mais.

Até onde o amor alcança

[capa] Até onde o amor alcança - 02.indd

“UM DIA VAI SER AMOR A PONTO DE O CORAÇÃO NÃO PRECISAR CONVENCER O CÉREBRO DISSO.
ATÉ LÁ EU ARGUMENTO”.

PARA COMPRAR:

Saraiva (com 35% de desconto)

Amazon

Livraria Cultura

 


  • um agradecimento especial ao pe. Mateus Lopes dos Santos, que em 2018 me disse pela primeira vez que de vez em quando precisamos ser lembrados que a água é molhada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.